A execução dos hebreus é interrompida pelo início da 7ª Praga

No capítulo da novela Os Dez Mandamentos do dia 7 de outubro, quarta-feira, Apuki e Jairo vão para a Casa de Senet e brindam a chegada da nova praga ao Egito. Ramsés decreta o enforcamento de 6 hebreus, um para cada uma das pragas. Paser conversa com Ramsés para tentar fazer ele desistir de sua decisão. Ele diz que já está decidido e que um dos hebreus deve ser a mãe de Moisés, Joquebede.

Os oficiais atendem às ordens do Rei e começam a ir atrás dos hebreus na vila. Paser conversa com a filha e pede para ela ir conversar com Ramsés, mas ela ignora as palavras do pai. Os oficiais entram na casa de Arão e pegam Eleazar. Zelofeade também é capturado pelos oficiais. Bakenmut vai até a casa de Joquebede e a pega pelo braço. Moisés tenta defender a mãe, mas Bakenmut apenas o ignora. Joquebede conversa com Moisés e pede para ele continue seguindo as ordens de Deus e pede que o filho tenha fé.

execucao-hebreus-os-dez-mandamentos

A execução é interrompida com a chegada da 7ª praga

Moisés fica bastante triste ao ver a mãe sendo levada pelo oficial, mas continua seguindo a sua missão. Os oficiais levam para o palácio Zelofeade, Eleazar, Joquebede e mais 3 Hebreus para o palácio para que eles sejam sacrificados. Datã e Safira ficam bastante impressionados ao saber da nova decisão do Rei. Moisés conversa com Arão e pede para o irmão ir com ele até o monte. Ramsés comemora ao lado da família a prisão de Joquebede. Ana e Judite não gostam nem um pouco dos comentários feitos por Apuki e resolvem ir embora de casa.

Bastante tristes, Moisés e Arão seguem para um lugar bem distante da cidade. Oséias, Eliseba e Abigail ficam desesperados ao verem os amigos e familiares indo para a forca. Simut vai até a prisão e se encontra com Yunet. O sacerdote diz para Yunet que ela ainda tem tempo de se arrepender de tudo que já fez, mas ela grita para ele ir embora. Karoma e Radina conversam sobre a decisão de sacrificar os hebreus. Gahiji e Yuri vão até o local onde os hebreus serão sacrificados. Judite e Ana também vão até o lugar onde será feito enforcamento.


Inês fica desesperada ao ver o marido prestes a ser enforcado. Nadabe pede para os soldados soltarem seus parentes. Moisés e Arão vão em direção ao monte para invocarem a nova praga. Eliseba conversa com Nadabe e pede que o filho fique calmo. Hur faz críticas às atitudes de Ramsés. Zelofeade vê que Abigail está passando mal e fica desesperado. Bina, Safira, Datã, Abirão e Corá também vão ao local onde será feita a execução dos Hebreus. Uri avista sua família e corre para dar um abraço neles. Simut comenta com Paser que se encontrou com Yunet na prisão.

Arão e Moisés chegam até a parte baixa do monte. Nefertari está bastante convicta que o rei continua forte. Ramsés e o filho começam a rezar pelos deuses do Egito. Meketre, Ahmós e Apuki conversam e chegam à conclusão que as pragas devem ter chegado ao fim. Moisés e Arão continuam indo ao topo do Monte. Uri conta para Leila que Yunet foi condenada à morte pelo Rei. Prestes a ser enforcada Joquebede continua tendo fé em Deus. Safira defende Moisés após Corá e Datã falarem mal dele. Bakenmut acaba agredindo alguns dos escravos que foram condenados. Moisés e Arão chegam ao topo do Monte. Os oficiais egípcios começam a se preparar para dar início ao enforcamento.

Do topo do Monte, Moisés pede pela chegada da sétima Praga. O céu fica bastante escuro e o tempo começa a fechar. No local onde será feita a execução, os hebreus e os egípcios ficam bastante impressionados com a mudança tão brusca do tempo.


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *