Liderados por Moisés, o povo hebreu parte para A Terra Prometida

No capítulo da novela Os Dez Mandamentos do dia 6 de novembro, sexta-feira, Ramsés expõe de uma expressão de um homem derrotado e vê quando os hebreus começam a ir embora do Egito. Radina vai conversar com Karoma e diz que vai embora do Palácio e se despede da amiga. Com a perda do filho e arrasado, Ramsés volta para a sala do trono. Antes de ir embora Radina pega a joia que Henutmire deu a ela. Moisés lidera os hebreus e eles começam a ir embora da cidade em uma grande quantidade de pessoas. Radina vai embora do Palácio.

Moisés e Arão fazem um discurso para o povo hebreu. Apesar de estarem muito tristes por Uri ter morrido, Hur, Leila e Bezalel se abraçam e comemoram o fato de estarem livres. Radina pega todas as suas coisas e entra na multidão junto com os hebreus. Os escravos levam muitas coisas como carroças, plantas, joias, ouro, sacos com comida e muitos objetos. Paser vai conversar com o rei e acaba revelando que Simut resolveu ir embora junto com os Hebreus. Ramsés fica bastante emocionado quando se lembra de seu filho. Paser ainda conversa com o rei e pede que ele pense em qual foi a verdadeira intenção de Ikeni. A multidão com os hebreus é liderada por Moisés e eles começam a atravessar o deserto.

Nefertari Os Dez Mandamentos

Nefertari diz para Ramsés que quer ver Moisés morto

Radina acaba se encontrando com Simut e Gahiji no meio dos Hebreus. Bezalel continua lamentando bastante a escolha errada de seu pai. Safira fica bastante surpresa ao ver que milhares de Hebreus estão na caminhada rumo à liberdade. No meio da multidão Jairo e Apuki acabam reconhecendo Safira da Casa de Senet e dão um sorriso para ela. Datã fica com muito ciúmes e cobra satisfação da esposa. Safira volta a dizer que nunca ficou com nenhum outro homem e pede para ele se afastar dela. Ramsés vai conversar com Ikeni, que ainda está preso no palácio. Bina tenta descobrir o que aconteceu entre Safira e Datã, pois percebe que os dois discutiram. Apuki e Jairo apenas riem de toda a situação. Joquebede vê que Safira está muito triste e vai conversar com a moça. Eliseba pede que Safira continue a caminhada ao seu lado. Ramsés pede para os oficiais libertarem Ikeni.

O rei ainda pede para ele vá correndo dar um abraço em seu filho. Nefertari começa a se lembrar de alguns momentos que viveu ao lado de Moisés e ao mesmo tempo começa a ter um grande ataque de fúria. Ikeni encontra Pepy e se emociona. Moisés levanta seu cajado e aponta para o deserto para que Deus diga qual caminho seguir. Neste momento começa a ventar muito forte e a areia se movimenta em formato espiral. Um grande buraco é feito na areia do deserto é uma coluna de nuvens surge para mostrar aos hebreus qual o caminho eles devem seguir.


Ramsés pede perdão a Nefertari por não ter dado ouvidos a ela. Meketre também tenta se desculpar com Taís, mas ela pede um tempo. Simut vai se encontrar com Moisés e entrega a ele os restos mortais de José do Egito. Bezalel conforta a dor de sua mãe. Moisés fica feliz ao ver que Radina juntou a eles. Apuki vai conversar com Oséias e o agradece por ter salvado a vida de seu filho. Arão pede que os filhos entendam o feitor. Zelofeade e Abigail ficam bastante animados ao se lembrar que o filho nascerá livre. Datã vai se desculpar com Safira e os dois acabam se reconciliando.

Bastante feliz, Miriã começa a cantar para os hebreus. Nefertari vai pedir desculpas a Karoma e é informada que Radina foi junto com os hebreus. Paser vai conversar com Ikeni e dá os parabéns por ele ter sido um homem com muita coragem. Os hebreus continuam com a caminhada pelo deserto com destino a Terra Prometida. Nefertari começa a se lembrar de Amenhotep e fica bastante triste. Nefertari tem outro ataque de fúria e diz para Ramsés que quer ver Moisés morto.


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *